sexta-feira, 30 de abril de 2010

 Nossa, o dia passou tão rápido!
 Cheguei as 14h, aproveitei a tarde sozinha em casa para ouvir música alta, lavar umas roupas e arrumar meu quarto -que continua intacto :B amanhã dou um jeito nele. Curti meus periquitos, fazia tempo que eu não soltava os meus amores. A noite avança e meu pai não está aqui para me mandar desligar o pc, será que a minha madrasta vai acordar?

quinta-feira, 29 de abril de 2010

 Hoje tive a minha primeira aula de espanhol, preciso dizer que me apaixonei? :B
 Eu nunca havia prestado atenção nesse idioma, ele sempre me pareceu tão simples devido à semelhança com o português. Estou animada em aprendê-lo, e é bom mesmo que eu aprenda ;9 -um de meus sonhos é ir para a Europa, começando pela Espanha.

 Desde anteontem tenho me sentindo inspirada a escrever, já tenho em mente o tema de um conto, mas ainda não sei qual rumo ele vai levar, se para assuntos bons ou ruins -prefiro escrever sobre coisas obscuras, são muito mais emocionantes. Espero que eu volte à ativa, sinto falta de escrever...

quarta-feira, 28 de abril de 2010

segunda-feira, 26 de abril de 2010

 Dia relativamente bom, cheio de coisas inesperadas. Começando pelo Guilherme que conseguiu jogar um objeto em meu decote, e acertou ¬¬ oaisoaisoaisoiaosiaos
 Pra quem não sabe, o Guigui é um dos meus melhores amigos, em quem muito confio e agradeço pelas histórias engraçadas -ele sempre me faz rir, sendo a salvação dos meus dias de tristeza e irritabilidade.

 E quanto aos outros assuntos inesperados, ah foram muito surpreendentes :B
  Estou rodeada por cobras, definitivamente.

http://www.youtube.com/watch?v=CSJXle3LP_Q&feature=fvst
http://www.youtube.com/watch?v=m8fm3Z7jgWM&feature=channel

domingo, 25 de abril de 2010

 Estou insuportável ¬¬ a tpm me deixa louca, não me reconheço. E agora, lembrando de todas as vezes em que quis dormir para não pensar sobre algum assunto, acho que boa parte foi para fugir de mim.
 Vou dar um jeito nisso, marcar uma consulta e controlar a minha tpm.

quarta-feira, 21 de abril de 2010

 Estou um tanto mórbida. Me permiti compartilhar esse meu momento. Deixarei aqui, então, um poema que muito aprecio de Fernando Pessoa, meu poeta preferido. Aconselho, para acompanhar a leitura, que ouças esta magnífica composição de Johann Sebastian Bach: http://www.youtube.com/watch?v=IVJD3dL4diY

Se te queres matar, por que não te queres matar?
Ah, aproveita! que eu, que tanto amo a morte e a vida,
Se ousasse matar-me, também me mataria...
Ah, se ousares, ousa!
De que te serve o quadro sucessivo das imagens externas
A que chamamos o mundo?
A cinematografia das horas representadas
Por atores de convenções e poses determinadas,
O circo policromo do nosso dinamismo sem fím?
De que te serve o teu mundo interior que desconheces?
Talvez, matando-te, o conheças finalmente...
Talvez, acabando, comeces...
E, de qualquer forma, se te cansa seres,
Ah, cansa-te nobremente,
E não cantes, como eu, a vida por bebedeira,
Não saúdes como eu a morte em literatura!
    
Fazes falta? Ó sombra fútil chamada gente!
Ninguém faz falta; não fazes falta a ninguém...
Sem ti correrá tudo sem ti.
Talvez seja pior para outros existires que matares-te...
Talvez peses mais durando, que deixando de durar...
    
A mágoa dos outros?... Tens remorso adiantado
De que te chorem?
Descansa: pouco te chorarão...
O impulso vital apaga as lágrimas pouco a pouco,
Quando não são de coisas nossas,
Quando são do que acontece aos outros, sobretudo a morte,
Porque é coisa depois da qual nada acontece aos outros...
   
Primeiro é a angústia, a surpresa da vinda
Do mistério e da falta da tua vida falada...
Depois o horror do caixão visível e material,
E os homens de preto que exercem a profissão de estar ali.
Depois a família a velar, inconsolável e contando anedotas,
Lamentando a pena de teres morrido,
E tu mera causa ocasional daquela carpidação,
Tu verdadeiramente morto, muito mais morto que calculas...
Muito mais morto aqui que calculas,
Mesmo que estejas muito mais vivo além...
Depois a trágica retirada para o jazigo ou a cova,
E depois o princípio da morte da tua memória.
Há primeiro em todos um alívio
Da tragédia um pouco maçadora de teres morrido...
Depois a conversa aligeira-se quotidianamente,
E a vida de todos os dias retoma o seu dia...
   
Depois, lentamente esqueceste.
Só és lembrado em duas datas, aniversariamente:
Quando faz anos que nasceste, quando faz anos que morreste.
Mais nada, mais nada, absolutamente mais nada.
Duas vezes no ano pensam em ti.
Duas vezes no ano suspiram por ti os que te amaram,
E uma ou outra vez suspiram se por acaso se fala em ti.
    
Encara-te a frio, e encara a frio o que somos...
Se queres matar-te, mata-te...
Não tenhas escrúpulos morais, receios de inteligência! ...
Que escrúpulos ou receios tem a mecânica da vida?
     
Que escrúpulos químicos tem o impulso que gera
As seivas, e a circulação do sangue, e o amor?
    
Que memória dos outros tem o ritmo alegre da vida?
Ah,  pobre vaidade de carne e osso chamada homem.
Não vês que não tens importância absolutamente nenhuma?
    
És importante para ti, porque é a ti que te sentes. 
És tudo para ti, porque para ti és o universo,
E o próprio universo e os outros
Satélites da tua subjetividade objetiva.
És importante para ti porque só tu és importante para ti.  
E se és assim, ó mito, não serão os outros assim?  
    
Tens, como Hamlet, o pavor do desconhecido?
Mas o que é conhecido?  O que é que tu conheces,
Para que chames desconhecido a qualquer coisa em especial?
    
Tens, como Falstaff, o amor gorduroso da vida?
Se assim a amas materialmente, ama-a ainda mais materialmente,
Torna-te parte carnal da terra e das coisas!
Dispersa-te, sistema físico-químico
De células noturnamente conscientes
Pela noturna consciência da inconsciência dos corpos,
Pelo grande cobertor não-cobrindo-nada das aparências,
Pela relva e a erva da proliferação dos seres,
Pela névoa atômica das coisas,
Pelas paredes turbilhonantes
Do vácuo dinâmico do mundo...

terça-feira, 20 de abril de 2010

 Eu posso ser tantas coisas, sei me nomear com defeitos incríveis -que me fazem voltar à realidade. Não me acho perfeita, vejo mais defeitos em mim do que em qualquer outra pessoa,  mas em todos os dias tento me amar mais e mais, porque me faz valorizar-me tentando melhorar. Faça o mesmo (: dê a ti o valor que os outros não dão.

segunda-feira, 19 de abril de 2010

 Mais uma segunda-feira, e os dias passando assustadoramente rápido... Lembro-me de quando eu era criança e não via a hora de me tornar adulta, agora sinto falta dos tempos em que eu não me importava com quase nada. É claro que ainda almejo o futuro com ansiedade, mas era tão bom andar de bicicleta, correr e bagunçar a tarde toda com os amigos, e depois rir dos "pitís" de minha mãe quando via a sujeira em que eu chegava em casa, ah que saudade.

sábado, 17 de abril de 2010

 Fui ao shopping de Canoas com meus pais, e quase me perdi pelas lojas :B tenho um problema, sou apaixonada por lingeries, camisolas, baby dolls, etc *.* incomum, não?
 Desde que voltei a minha internet está um caos :S
 Estou relembrando umas músicas, de quando eu ouvia Gwen Stefani:
http://www.youtube.com/watch?v=9sY-TsLXiDo&feature=related
http://www.youtube.com/watch?v=Kgjkth6BRRY

sexta-feira, 16 de abril de 2010

 Estou animada desde ontem, e sem motivo nenhum aparente. Sinto-me tão fria, e ao mesmo tempo tão cheia de amor pra dar, é um entusiasmo estranho que me faz sentir-me mais viva, ótima essa sensação!

Música do dia: Bonfire - Craig Morgan
http://www.youtube.com/watch?v=w5EpzuRsaJA

quinta-feira, 15 de abril de 2010

 Hoje terminei de ler o livro "100 escovadas antes de ir para a cama", de Melissa Panarello. Pareço haver sentido -quando comecei a leitura- que algo bom me aguardava: um final surpreendente. Eu apenas não imaginei o quanto ele me agradaria.
 Esse livro -em forma de diário- começa e se mantém em boa parte, bruto torpe e agressivo, porém, o final é docemente sublime, e até mesmo emocionante. Amei *.*
 Estou animada! Soube que o tratamento para a minha coluna sairá pela metade do preço que me foi dito anteriormente, isto é ótimo. O problema não era o preço, e sim a forma de pagamento: à vista. Infelizmente eu fui burra ao não tentar me informar antes, por isso preste atenção: precisa de algo? Corra atrás, pesquise, não fique parado esperando o problema ir embora -ou a pessoa amada...

 Obs.: Acabo de saber que o vocalista da banda Type'O Negative morreu na noite passada. Confesso não ouvir as músicas desta banda -exceto uma ou duas, eventualmente- mas admiro quem causou impactos em gerações antigas -ou ainda causa nas novas. Eu, por exemplo, tenho muito apreço pelo Nirvana, embora ele tenha acabado com a morte de Kurt Cobain quando eu tinha menos de um ano de idade.
 Para mais informações sobre a morte de Peter Steele, confira no blog de meu amigo Marcus Vinícius Manzoni: http://garforustico.blogspot.com/2010/04/peter-steele-morre-aos-48-anos.html

quarta-feira, 14 de abril de 2010

 A cada dia percebo que amo o tempo livre que tenho, apesar de me sentir entediada, aproveito ele para pensar sobre tudo, ter ideias novas e estranhas -ideias que muitos chamariam de bobagem. Eu penso em tanta coisa, e adoro isso. Sei que pareço inerte em várias ocasiões, mas sou muuuuuito analítica, presto atenção aos detalhes que poucos percebem, e uso disso para tentar novas maneiras de interagir com pessoas e situações, é algo que me faz bem -geralmente os resultados são positivos para quem tenta pensar mais e agir de forma calculista.
 Espero conseguir revelar mais de mim neste Diário, embora eu continue achando que ninguém lê.

terça-feira, 13 de abril de 2010

 Feliz dia do beijo (: eu não comemorarei, infelizmente, haha.
 Hoje a aula foi legal, apesar do estresse com a professora de biologia que aplicou uma prova -sendo que ela não sabe explicar a matéria... só quero ver o resultado. Como tivemos um período vago, uns colegas e eu fomos para a biblioteca, onde a Sílvia -a bibliotecária mais legal e querida do mundo- me ofereceu um livro chamado "100 escovadas antes de dormir", obviamente em alguns trechos fiquei roxa de vergonha, mas tenho de confessar, o livro parece ser muito bom.

segunda-feira, 12 de abril de 2010

Tédio é apelido

 Meu msn está mortíssimo, salvo raras exceções. A dor na coluna se mantém, porém menos intensa.
 Hoje apenas coloquei minhas matérias em dia, no demais, nada!

domingo, 11 de abril de 2010

 Continuo com dor nas costas, espero que o meu problema não se agrave ;s
 Pra quem não sabe, tenho problema na coluna, dois abaulamentos discais (quando os discos vertebrais são comprimidos, pode evoluir para protusão e então, para hérnia de disco). Tenho problemas posturais também, não sou 'empinada' porque quero, como alguns pensam :B
 Enfim, ontem fiquei em casa devido a dor, e hoje fui na casa do Lucas para estudarmos. O grupo de estudos está evoluindo pelo jeito, somos em seis.
 Domingo é um tédio!

sábado, 10 de abril de 2010

 Estou estranhamente romântica hoje, grande possibilidade da culpada ser a minha carência. Enfim, ouçam Brahms ou Elijah Bossenbroek ;D

Sexta com os amigos

 Fomos ao Mutantes Bar, pertinho aqui de casa. Gostei do ambiente, das pessoas. Aliás, pessoinhas de preto e com olhar sedutor, adoooooro. Pena que voltei cedo.

sexta-feira, 9 de abril de 2010

Quem me dera ouvir de alguém a voz humana
Que confessasse não um pecado, mas uma infâmia;
Que contasse, não uma violência, mas uma cobardia!
Não, são todos o Ideal, se os oiço e me falam.
Quem há neste largo mundo que me confesse que uma vez foi vil? 

Fernando Pessoa

quarta-feira, 7 de abril de 2010

terça-feira, 6 de abril de 2010

Ignorada

 Sabe quando você chega a um lugar e simplesmente te excluem? Sim, aquelas pessoas que antes eram tão amigáveis. Não estou nada contente com isso, afinal, sou muito sensível e dou muito valor às amizades, que para mim são sagradas. Mas tudo bem, deve haver um motivo para isso, espero aprender algo pelo menos.

sábado, 3 de abril de 2010

Por que diário de MyMah?

 My ou Mi é o meu apelido (: Mah é o apelido da Mahina, minha outra personalidade. Sim, é possível distinguir as duas, posso dizer que é muito fácil. É claro que não postarei sobre o que a Mahina pensa, ou me achariam mais louca :B
 Eu, Micheli, sou doce, compreensiva, maleável, dócil, tranquila, amável, atenciosa, entre tantos outros. A Mahina é o meu lado ruim, a garota louca e até pervertida, é observadora, vingativa e traiçoeira. Porém, é ela quem defende a Micheli.
 Alguns textos sobre a Mahina (: boa leitura.
http://mydieu93.blogspot.com/2009/06/para-que-saibam-como-ela-e_21.html
http://mydieu93.blogspot.com/2009/06/para-micheli-de-mahina.html

sexta-feira, 2 de abril de 2010

Sexta (:

 Fomos para minha vódrasta, ou seja, mãe da minha madrasta Cecília - oh que óbvio :B antes passamos para buscar a cunhada da Cecília e sua sobrinha.
 Foi bem divertido, como sempre, porém ainda mais agora que eles - pais e irmão da Cecília - adotaram dois cachorros de rua, num gesto muito bonito. Um SRD que aparenta ter mistura com pastor alemão e um Schnauzer lindo que demorou pra fazer amizade comigo ;9

quinta-feira, 1 de abril de 2010

Obrigada Deus!

 Mais uma vitória *.* graças a Deus o pai ganhou uma causa na justiça. Pra quem não sabe, ano passado um homem bateu em nosso carro e nos empurrou contra uma árvore - um homem dirigindo um carro, de preferência :B tivemos um gasto talvez superior a R$2.500. Hoje o pai soube que será ressarcido *.*